Sangue Bom



Sinopse

Por que tanta gente deseja o sucesso sem trabalho e a fama sem mérito? Enquanto uma multidão persegue a fama, ainda que superficial e momentânea, e idolatra os que já chegaram ao topo - ou seja, às capas de revista -, outras pessoas ainda preferem viver no conforto dos afetos. No dia a dia, porém, todos querem mesmo é ser reconhecidos pelo que são - ou tentam ser! Alguns querem ser amados pelas pessoas próximas, outras preferem a admiração e a inveja das multidões, mas a fome de amor é comum a todas as pessoas, independente de suas aspirações.

Que o digam o florista Bento (Marco Pigossi), a it-girl Amora (Sophie Charlotte), o bad boy Fabinho (Humberto Carrão), a doce Malu (Fernanda Vasconcellos), a corintiana Giane (Isabelle Drummond) e o playboy Maurício (Jayme Matarazzo). Seis jovens que não medem esforços para conseguir o que querem, inclusive, a tal da felicidade. Uma coisa é certa: a felicidade não se compra. Alguns vão demorar para entender isso, outros não vão entender nunca. Mas, felizmente também há aqueles que serão felizes mesmo nas circunstâncias mais adversas.

É na selva paulistana - da moda, das tendências, das capas de revistas - que começa a história deles. Giane (Isabelle Drummond) ama Bento (Marco Pigossi), que ama Amora (Sophie Charlotte), que gosta de Maurício (Jayme Matarazzo), que é o grande amor de Malu (Fernanda Vasconcellos). Fabinho (Humberto Carrão) não ama ninguém, a não ser ele mesmo, e faz de tudo para conquistar fama e poder. Entre muitos encontros e desencontros, as vidas desses seis jovens vão se cruzar.

O destino uniu Amora, Fabinho e Bento no lar de adoção de Gilson (Daniel Dantas) e Salma (Louise Cardoso). A partir daí, cada um deles foi responsável pela sua própria história. Amora foi adotada pela atriz Bárbara Ellen (Giulia Gam) e se tornou quase "sua imagem e semelhança". Hoje é apresentadora de TV, e uma it-girl, uma socialite que lança tendências. Bento cresceu nas redondezas da Casa Verde e fundou uma cooperativa de flores, onde trabalha com Giane, eternamente apaixonada por ele, e toda a vizinhança do antigo lar. Já Fabinho, que foi adotado por uma família falida do interior do estado, cansa de viver na miséria e volta para a capital atrás dos pais biológicos e dos amigos de infância.

Bárbara, uma atriz canastrona e encrenqueira, mas com tremendo senso midiático, sempre quis ser famosa, e tudo o que fez foi com este objetivo - começando por mudar o nome de Conceição por outro mais glamuroso. Com o cineasta Plínio Campana (Herson Capri) ela teve uma filha biológica, Malu, mas descobriu na adoção de crianças carentes uma excelente forma de autopromoção. Foi assim que adotou Amora. Antagonista natural da irmã de criação, Malu é formada em pedagogia e faz pós-graduação em assistência social. Íntegra e assertiva, não tem nada a ver com aquele mundo de fama e excessos, no qual vivem Amora e Bárbara. E seu grande conflito é conviver com esses dois valores.

Em uma pesquisa, Malu acaba conhecendo Bento e descobrindo a origem de Amora, fazendo com que o destino dos jovens se cruzem novamente. Amora é noiva de Maurício e nem imagina que sua irmã de criação nutre por ele uma paixão platônica. Maurício é um playboy que se molda demais para estar ao lado de uma mulher elegante e desejada como Amora, não percebendo o amor singelo de Malu. Para ajudar Bento a reconquistar a irmã, e assim ter o caminho livre com Maurício, Malu arma de transformá-lo em uma celebridade do dia para a noite, e assim chamar a atenção de Amora. Só que o plano não sai exatamente como planejado, mudando a vida de todos.

Elenco

MARCO PIGOSSI - Bento de Jesus
SOPHIE CHARLOTTE - Amora Campana
FERNANDA VASCONCELLOS - Malu Campana
HUMBERTO CARRÃO - Fabinho Queiroz
JAYME MATARAZZO - Maurício Vasquez
ISABELLE DRUMMOND - Giane de Souza
MALU MADER - Rosemere Moreira
FELIPE CAMARGO - Perácio Pais
GIULIA GAM - Bárbara Ellen (Conceição)
HERSON CAPRI - Plínio Campana
DEBORAH EVELYN - Irene Fiori (Rita de Cássia)
BRUNO GARCIA - Natan Vasquez
LETÍCIA SABATELLA - Verônica
MARCO RICCA - Wilson Rabelo
MARISA ORTH - Damáris Carmin
INGRID GUIMARÃES - Tina
RODRIGO LOPEZ - Vitinho Barata
REGIANE ALVES - Renata Moretti
ARMANDO BABAIOFF - Érico
DANIEL DANTAS - Gilson Rabelo
LOUISE CARDOSO - Salma
MAYANA NEIVA - Charlene de Souza
YONÁ MAGALHÃES - Glória Pais
LETÍCIA ISNARD - Brenda
FAFY SIQUEIRA - Madá
EDWIN LUISI - Tio Lili (Ulisses Lago)
MILA MOREIRA - Sílvia Laport
JOSAFÁ FILHO - Felipinho
MAURICIO DESTRI - Vinny
RÔMULO ARANTES NETO - Tito
MARIA HELENA CHIRA - Lara Keller
JOAQUIM LOPEZ - Lucindo Lago
CRIS NICOLOTTI - Odila
WANDI DORATIOTO - Nestor Moretti
THAÍS GARAYP - Santa
NORIVAL RIZZO - Silvério de Souza
MÔNICA TORRES - Áurea
TUNA DWEK - Sueli Pedrosa
DORIVAL CARPER - Eliseu Toledo
ELIANA PITTMAN - Chica
THAILA AYALA - Camila Lancaster
CARLA SALLE - Mel
NANDA LISBOA - Sheila
SÉRGIO MALHEIROS - Jonas
CAROLINIE FIGUEIREDO - Júlia
ELLEN ROCHE - Brunetty
PEDRO INOUE - Douglas
THIAGO AMARAL - Caio
BIA ARANTES - Cléo
GUILHERME GONZALEZ - Zito
VÂNIA LOVE - Mulher Saputá
TATIANA ALVIM - Socorro
YAÇANÃ MARTINS - Celinha
IZABELLA BICALHO - Nice
MARIAH DA PENHA - Emília
JÚLIO OLIVEIRA - Peixinho
RAFAEL PAOLLI - Edu
FELIPE LIMA - Xande
SAMYA PASCOTTO - Tábata
RÚBENS CAMELO - Bolívar
SYLBETH SORIANO - Sandrona
BRUNA HAMU - Carol
ALINE DIAS - Luz
MARCUS RIGONATTI - Kevin
AYUMI IRIE - Dorothy
NOEMI MARINHO - Margot Queiroz
LETÍCIA CANNAVALE - Lívia
BERNARDO SIMÕES
HENRY FIUKA
MIGUEL ARRAES
DANI VIEIRA
FERNANDA ABRAÃO
PABLO MORAIS - Jonathan James

Abertura



Bastidores

Sobre a trama de Sangue Bom, comentou a autora Maria Adelaide Amaral:
"Basicamente é sobre o ter e o ser, sobre essa valorização excessiva da aparência, da notoriedade, da fama, da celebridade, e do esforço absurdo e patético ou cômico ou as duas coisas juntas que as pessoas fazem para se constituir famosas. Eu não tenho nada contra fama, contra a notoriedade, mas acho que tem que ser o corolário de um trabalho bem sucedido, reconhecido. O que me deixa desconfortável é a fama sem mérito e o sucesso sem trabalho. A essência da novela é essa inversão de valores."

A equipe da novela passou 40 dias em São Paulo, Holambra e Campinas para captar as primeiras imagens. Para isso, viajaram para a capital paulista 150 pessoas, quatro caminhões, 80% do figurino da novela, além de grande parte do material de produção de arte e caracterização.

Além dos bairros da zona norte, como Casa Verde e o Jardim São Bento, a equipe também gravou no parque do Povo, Ibirapuera, Shopping JK, além de alguns museus e espaços culturais, como o Museu Afro-Brasil e o Museu da Língua Portuguesa. Em Campinas, grande parte do elenco esteve reunido em cenas no fictício Kim Park. Para esta gravação, a equipe de produção de arte precisou deslocar um caminhão só com o material gráfico que transformou o local no parque de diversões da novela.

Maria Adelaide Amaral comentou sobre a escolha do bairro paulistano da Casa Verde para ambientar Sangue Bom:
"A particularidade da Casa Verde é que, além de ser um dos últimos bairros com intensa vida comunitária, é uma área com vida boêmia e musical intensa, temas que serão abordados na novela".
"Lá ainda existe essa consciência do outro muito forte", complementou seu parceiro Vincent Villari.

Em Holambra, no interior de São Paulo, parte do elenco gravou algumas cenas e fez laboratório para alguns personagens. Esta gravação foi realizada com Marco Pigossi, o florista Bento, e Isabelle Drummond.

A cidade cenográfica construída no Projac tem 7,5 mil m2. São utilizados cerca de 600 vasos de flores por semana para as gravações das cenas. Muitas delas ficam no cenário do Bento (Marco Pigossi), que ocupa 400 m2 do local.

Urbano e moderno, o figurino tem um ar jovial.
"Temos os 'mauricinhos', os grafiteiros, os profissionais de publicidade, da mídia, da imprensa, de cinema, etc. E todos conceituados no cenário da cidade de São Paulo, referência de moda no país", explicou Helena Gastal, figurinista da novela.

O glamour e as particularidades de São Paulo permeiam a caracterização dos personagens da novela.
"São Paulo é considerada a capital da moda do país. Tivemos que levar isso em consideração na hora de pensar o visual de cada um dos personagens da trama", explicou Nubia Maisa, responsável pela caracterização da novela.
O realismo é outra característica marcante em toda produção.
"Fugimos do visual construído, com exceção de alguns papéis como o da Giulia Gam e o da Marisa Orth. Como elas interpretam personagens mais teatrais, nos permitimos carregar um pouco mais na caracterização", completou Fernando Torquatto, supervisor de caracterização.
Amora (Sophie Charlotte), a it girl  da novela, é um exemplo da elegância e do charme abordado na trama.
"A personagem da Sophie usa o que será ou pode ser tendência", descreveu Torquatto. Amora tem estilo próprio, está sempre elegante e bem vestida, pois é preocupada com a aparência.

Créditos

Globo - 19h
estreia: 29 de abril de 2013
novela de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari
escrita com Álvaro Ramos, Letícia Mey, Juliano Righetto, Marta Nehring, Rodrigo Amaral e Tati Bernardi
direção de Dennis Carvalho, Carlos Araújo, Maria de Médicis, Luísa Lima e Cristiano Marques
direção geral de Carlos Araújo
núcleo Dennis Carvalho

2 comentários:

  1. Receba grátis e sem compromisso orçamentos para sua construção e reforma:Engenharia, Serralheria, vidraçaria, telhado, elétrica, pintura, textura, forro, moveis planejados, jardinagem, pisos e muito mais. Entre agora em nosso site e cadastre a sua obra e receba orçamentos grátis e sem compromisso de varias empresas especializadas. Você compara os orçamentos economiza tempo e dinheiro sem sair de casa.
    www.mundodareforma.com.br

    ResponderExcluir

Poste aqui seu comentário.